Joel Estrategista: um caso real de Coaching Executivo
23 de maio de 2018
Investir em pessoas é um bom negócio ?
29 de agosto de 2018
Exibir tudo

QUANDO O AMOR ACONTECE NO TRABALHO

As possibilidades são muitas, o ambiente é favorável e a falta de tempo ajuda bastante, estes são algumas justificativas de quem namora ou já namorou um colega de trabalho. De acordo com uma pesquisa anual do CareerBuilder.com, 39% dos trabalhadores já tiveram um relacionamento com um colega e desses 30% dos entrevistados se casaram.

Você está apaixonado? Acha que vale a pena colocar sua carreira em risco por essa pessoa?

Primeiro, tenha certeza do que você quer e depois, pergunte-se:

Existe relação hierárquica entre vocês?

Existe conflito de interesse entre vocês? uma área é cliente ou fornecedora da outra?

Uma das partes trabalha no RH ou faz parte do Conselho Administrativo da empresa?

Se você respondeu sim para uma dessas perguntas, existe possibilidade de algum de vocês mudar de área? Ou ainda de emprego?

Mesmo que não seja ilegal, ter um relacionamento amoroso dentro do ambiente de trabalho, quando se tem um conflito de interesse no meio da relação, é no mínimo deselegante.

Tenha foco em suas entregas quando está no trabalho, faça o que precisa ser feito de forma focada e assertiva, seja o mais discreto possível quando o assunto for trocas de carinho e afeto.

E principalmente não deixe esses contratempos atrapalhar seu dia, curta, pois esse é o mês dos namorados!

Aos apaixonados corporativos nossos sinceros abraços!

Renata Schaefer Moura | Equipe COACHR
Texto Original publicado na Revista Viver Brasil de Junho-2018
WhatsApp chat